Jornada Científica do IESPES teve recorde de público


Com 638 inscritos, a Fundação Esperança realizou a XII edição da Jornada de Iniciação e Pesquisa Científica e Tecnológica do Instituto Esperança de Ensino Superior, nos dias 11 e 12 de maio. A professora Dra. Elizabeth Teixeira, da UEPA de Belém, falou sobre ‘a importância da pesquisa científica na formação profissional’ e o Professor Dr. Juarez Souza, coordenador do curso de Farmácia do IESPES, falou sobre ‘os primeiros passos do pesquisador’.

O coordenador da Jornada, professor Albino Portela, ressaltou a importância das palestras voltadas para o incentivo à pesquisa: “Nós atingimos nosso objetivo de aproximar mais o discente da pesquisa, visto que o evento é de iniciação científica, com esse propósito de, a cada ano, focar na iniciação na pesquisa”.

Outra atividade da Jornada Científica, nos horários da manhã e da tarde, foram os minicursos. “Acredito que este foi um dos melhores resultados que nós tivemos nos últimos anos. O número de minicursos aumentou muito e o número de participantes correspondeu. É um momento de trazer os alunos para tratar de temas importantes relacionados à pesquisa e com a área de atuação de cada um”, avaliou professor Daniel Berretta, presidente da comissão de ética do IESPES.


Prêmios

Este ano, a coordenação da Jornada criou algumas novidades. “Tivemos trabalhos de qualidade, nos quais os alunos puderam apresentar resultados de pesquisas interessantes e que merecem ser divulgadas”, destacou professor Daniel Berretta, que esteve como avaliador dos trabalhos. O Pôster da Galera elegeu o melhor pôster, com votação expressiva através da internet com entrega de placa e certificado. Outro destaque foi o prêmio Jovem Pesquisador, com três pesquisas sendo premiadas a partir de uma banca avaliadora. As pesquisas eleitas pelos avaliadores foram premiadas em primeiro, segundo e terceiro lugar, com notebook, tablet e smartphone, respectivamente, além de certificados. O coordenador pedagógico, Marcos Moura Gentil, avaliou a Jornada: “Tanto em termos quantitativos, como qualitativos, tivemos um número expressivo de inscritos para palestras e minicursos, o que demonstra o compromisso de todos no sentido de fortalecer a pesquisa na instituição.


A jornada também contou com a apresentação “Ensaios e Insights” e exposição de quadros dos alunos do curso de Psicologia. As apresentações culturais foram a Camerata da Orquestra Jovem Maestro Wilson Fonseca, sob regência do maestro José Cândido, e, no encerramento, voz e violão dos irmãos Sandro e Alex Albatroz.