Projeto Interdisciplinar e Saúde Esperança em ação


Acadêmicos do terceiro semestre de radiologia do IESPES, juntamente com o coordenador do curso, professor Daniel Berretta, realizaram uma ação na escola municipal Dom Floriano, bairro Maracanã, na sexta-feira, 22 de maio.

A segunda visita à escola teve um motivo especial, além de marcar a intervenção do Projeto Interdisciplinar do grupo, foi resultado de uma parceria com o projeto Saúde Esperança, que, entre outros serviços, oferece tratamento odontológico gratuito.

Nesta etapa, 42 crianças das turmas do 3° e 4° ano, receberam uma ação educativa com técnicas de higiene oral para prevenir doenças bucais. Um processo de triagem foi executado por Berretta, que é odontólogo. Ele selecionou 10 alunos para serem encaminhados à clínica odontológica da Fundação Esperança para receber atendimento gratuito.

A diretora da escola, Ana Lúcia, parabenizou a iniciativa e afirma que o acompanhamento dos pais é importante. "É um projeto positivo, a turma demonstra muito cuidado. A nossa satisfação é enorme, espero que as 10 famílias que tenham seus filhos contemplados estejam acompanhando as crianças," afirma.

O acadêmico Thiago Fernandes destaca que a ação ajuda a prevenir problemas mais graves nas crianças. “Por não ter conhecimento dos problemas que podem surgir, a criança desgasta os dentes e a boca como um todo, e gera patologias que poderiam ser evitadas”.


Saúde Esperança

O projeto foi criado para oferecer atendimentos gratuitos de saúde à comunidade. Entre esses serviços, está o tratamento odontológico para crianças na faixa etária entre cinco e 12 anos, de escolas públicas de bairros periféricos de Santarém. Em cada etapa, na área odontológica, 10 crianças são selecionadas e passam por um tratamento na clínica da Fundação Esperança com limpeza e aplicação de flúor; avaliação oral; restauração e tratamento com canal. A iniciativa tem o objetivo de melhorar a educação e prevenir futuros problemas bucais.

O projeto requer acompanhamento de pais ou responsáveis e disponibiliza também o transporte da escola até a clínica odontológica da Fundação Esperança nos dias de atendimento.