Acadêmicos de Psicologia passam por processo seletivo para ingressar em liga acadêmica


Na sexta-feira, 26, ocorreu a prova do processo seletivo para a Liga Acadêmica de Psicologia Hospitalar e Clínica Social (LAPHCS). Vão ser ofertadas 10 vagas para alunos do 3º ao 9º semestre do curso de Psicologia do Iespes. O resultado dos aprovados vai sair amanhã, 30. A segunda etapa será uma entrevista com o corpo fundador da liga, que será realizada dia 6 de junho.

O corpo fundador é formado por alunos e professoras do curso. Os aprovados vão participar de aulas, conferências, ações sociais e científicas dentro da liga. Os alunos que são membros fundadores, além destas atividades, também vão ministrar aulas, sob supervisão. A professora orientadora é Fernanda Zeidan e a coorientadora é Lívia Arrelias.

A liga foi criada em 9 de maio. O acadêmico Erick Rosa Pacheco, do 5º semestre, é um dos diretores da liga. Ele explicou sobre o início do projeto: “A liga foi criada a partir da inquietação dos acadêmicos por este sistema. Estudamos como funciona para ser implementada uma liga, fizemos o estatuto e toda a documentação”.

Após a entrevista e escolha dos membros, os acadêmicos vão montar o referencial teórico. Em seguida, vão intervir na comunidade e tentar uma oportunidade de trabalhar nos hospitais. “Primeiramente vamos estudar os teóricos e depois procurar nossos parceiros, tanto na clínica social quanto na psicologia hospitalar, para tentar galgar uma oportunidade de ir até o hospital e até às comunidades”, ressaltou o aluno.

O acadêmico falou ainda sobre a definição de uma liga acadêmica e seu objetivo. “A liga acadêmica é uma entidade sem fins lucrativos, administrada por acadêmicos e que possui professores orientadores. O objetivo é desenvolver nos acadêmicos habilidades de acordo com suas temáticas, proporcionar debates, aulas práticas, aprofundar os temas em sala de aula e trazer o incentivo à produção de trabalhos científicos e à prática na área”, finalizou.