Iespes elege nova gestão para a Empresa Júnior


Membros da Empresa Júnior do Iespes se reuniram ontem com o diretor da instituição e apresentaram propostas da EJI

Com a eleição de uma nova gestão, a Empresa Júnior do Iespes (EJI) vai retomar as atividades na instituição. Dez alunos, que fazem parte da direção da EJI, sob orientação de professores, vão oferecer serviços para micro e pequenas empresas de Santarém. Agora, com a diretoria formada, só falta definir as outras atribuições de uma Empresa Júnior, como comissão de marketing e de eventos. A coordenação está sob responsabilidade dos professores José Jesus e Handerson Bentes.

A Empresa Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos, formada e gerida por alunos de graduação, com objetivo de proporcionar a prática de conhecimentos relativos à área de estudo, numa perspectiva empreendedora. Eles prestam esses serviços para empresas, acompanhados de um profissional.

O coordenador do curso de Ciências Contábeis, José de Jesus, explicou que a prestação de serviços é realizada conforme as diversas áreas que funcionam no Iespes. “Tem que ver que tipo de serviço pode ser realizado dentro do curso de cada aluno. Por exemplo, o curso de Administração tem o clima organizacional, tipo de trabalho que é desenvolvido em uma empresa e o curso de Psicologia também entra junto”.

Ele comentou que a EJI é um estímulo da instituição para que os alunos desenvolvam o empreendedorismo. “A Empresa Júnior serve para que eles [os alunos] comecem a desenvolver atividades empreendedoras dentro do ambiente acadêmico. É claro que muitos alunos não têm a iniciativa de abrir uma Empresa Júnior, então a instituição vem e movimenta a classe acadêmica, para que eles criem ela”, ressaltou.

Ele afirma que a empresa pode servir como estágio, atividades complementares, e para que os acadêmicos obtenham mais conhecimentos sobre a sua área.

Nos meses de abril e maio foi organizada a documentação para identificar o que é uma Empresa Júnior, além da divulgação nas salas de aula. No dia 20 de maio, houve a primeira reunião com os alunos para esclarecer o estatuto da Empresa Júnior e quais os serviços ela pode realizar. No dia 25 de maio, foi realizada a eleição da primeira diretoria.

E ontem, 7 de junho, houve uma reunião com o diretor do Iespes, Juarez de Souza, para discussão de algumas propostas. Os acadêmicos estão verificando quais tipos de serviços podem ser prestados, o espaço físico, e como as atividades vão ser feitas.

A diretoria da Empresa Júnior do Iespes (EJI) ficou definida da se