Alunos da Escola Saber da Infância visitam laboratórios do campus II do Iespes


Alunos do 3º ano do ensino fundamental I da Escola Saber da Infância visitaram, na manhã desta quarta-feira, 7, o campus II do Iespes, para conhecer peças anatômicas e os microscópios dos laboratórios da área da saúde. Os conhecimentos repassados foram para complementar as informações que os alunos haviam obtido na Feira de Ciência da escola, no dia 1º de novembro.

A responsável técnica pelo LabIespes, Socorro Galúcio, com apoio de alunos do 8º e 10 semestres do curso de Farmácia, explicou sobre os sistemas do corpo humano e as crianças observaram as peças de perto.

Outro grupo de acadêmicos, juntamente com a farmacêutica Jhâmela Soares, explicou sobre a estrutura básica do microscópio, enquanto as crianças observavam e desenhavam as células da bochecha, coração, pulmão, encéfalo e a vegetal, para fazer a diferenciação entre elas.

Ao final, uma das crianças cortou uma cebola e pegou um pedacinho, misturou com mercúrio, para que pudesse ser feita a observação da célula vegetal. Jessé Kael, de 9 anos, que fez a experiência, estava animado e os outros meninos olhavam atentos em volta. “Achei muito legal a retirada da camada da cebola, que eu já tinha feito lá na escola”, disse.

Jessé comentou que havia obtido muitas informações com a Feira de Ciência da Escola, e pôde ampliar os conhecimentos no Iespes. Os alunos demonstraram entender muito sobre o que estava sendo abordado e se interessaram pelas atividades.

“Aprendi muitas coisas, do cérebro, coração, pulmão, bochecha e vegetais. Me interesso porque é legal. A gente aprende muitas coisas, é diferente e é a primeira vez que eu faço isso”, comentou Éder Lucas de Castro, de 9 anos, após utilizar os microscópios.

A professora da escola que estava acompanhando os alunos, Ana Pedroso, disse que a experiência foi muito importante para as crianças, pois elas puderam observar de perto, com uma estrutura mais completa, o que haviam estudado anteriormente.

“Na Feira, cada equipe era responsável por trabalhar a função de cada um dos cinco sistemas do corpo humano. [..] Hoje, viemos aqui para que eles pudessem explanar ainda mais. Está mais lúdico e claro para eles. Fizemos em miniatura e hoje está gigante e isso é maravilhoso. Desperta a curiosidade”, ressaltou.

Socorro Galúcio destaca que a visita foi importante, tanto para as crianças, quanto para os acadêmicos que ajudaram nas orientações. “Para nós, é muito gratificante receber essa visita. Eles gostaram muito, uniram a teoria, com a prática. Os acadêmicos também podem compartilhar as experiências deles com as crianças, que podem ser nossos futuros acadêmicos. Elas ficaram animados com o que aprenderam e com certeza vão levar para a vida”, finalizou.

O momento também foi de integração e diversão.