Acadêmicos de Fisioterapia do Iespes realizam estágio da disciplina Saúde Coletiva com trabalhadores


Acadêmicos da turma do 8º semestre noturno de Fisioterapia do Iespes estão realizando estágio da disciplina Saúde Coletiva nas empresas Endicon (Celpa), Fundação Esperança e em uma das agências dos Correios de Santarém.

Para o professor Fábio Abreu, essas atividades são importantes tanto para a empresa quanto para os acadêmicos. “Com essas atividades os alunos podem vivenciar e conhecer os serviços da fisioterapia dentro das empresas, além de observar as dificuldades e os benefícios da atuação. Para os funcionários, é um local que eles têm para tratarem dores apresentadas devido o trabalho, além de um momento de relaxamento para terem mais disposição para o desempenho das atividades”.

O objetivo do estágio é capacitar os alunos quanto à percepção da saúde do trabalhador. Entre as atividades realizadas, os alunos trabalham a prevenção da síndrome de Burnout, que é um problema de saúde decorrente do acúmulo de estresse e torna o dia de trabalho um sacrifício.

As características envolvem nervosismo, sofrimento psicológico e problemas físicos, como dor de barriga, cansaço excessivo ou tonturas. Além disso, os atendimentos prestados aos funcionários incluem ginástica laboral, avaliação ergonômica e levantamento de dados sobre o perfil dos trabalhadores.

O alívio da tensão muscular causada pela mesma posição durante longo período do dia de trabalho é o principal benefício para Mirian Sousa, recepcionista da Clínica Médica da Fundação Esperança. “É muito bom, porque na minha posição de atendimento aqui na recepção eu uso mais o lado direito e quando vou fazer a massagem eles sabem onde tá tensionado, e com a massagem a dor que eu sinto passa, eu me sinto melhor. É um momento que alivia o estresse, que a gente sai da nossa rotina pra cuidar da saúde”.

Os atendimentos são realizadas às segundas-feiras, na Endicon (Celpa), às quartas na Fundação Esperança e as quintas agência dos Correios de 14h às 17h30.