Turma de Psicologia participa de roda de conversa sobre atuação voltada à infância e adolescência


A turma do 9º semestre matutino do curso de Psicologia do Iespes recebeu na quinta-feira, 16, o psicólogo Igor Oliveira, que atua no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Santana, para falar sobre sua vivência técnica com crianças e adolescentes.

A disciplina fez parte da disciplina "Ênfase social I - Psicologia e políticas públicas voltadas para a infância e adolescência", ministrada pelo professor Felipe Soares Silva. "A disciplina tem como objetivo viabilizar o entendimento da práxis psicológica que compreende a infância e a adolescência numa perspectiva da atuação do psicólogo nas áreas jurídicas, assistência social, educação e saúde pública", explicou o professor.

O convidado Igor Oliveira relacionou a teoria com a prática enquanto falava sobre a atuação do profissional no Cras, que nasce nos bairros para uma questão de proteção e prevenção, como ele explicou. "Com essa visita foi possível compreender como o profissional da psicologia pode contribuir na execução das estratégias que se destina esse serviço junto às comunidades", destacou Felipe Soares.

Participaram da atividade 42 alunos de Psicologia. A acadêmica Kesia Araújo ressaltou que a discussão serviu para esclarecer diversos aspectos da área que são desconhecidos. Ela destacou ainda que pôde perceber a importância da atuação do psicólogo no Cras para a comunidade. "Como o Cras nasce em áreas de risco e vulnerabilidade, existem pessoas que não tem condições de ter acesso a um terapeuta. Tendo psicólogo no Cras fica mais fácil de atendê-los, evitando assim diversos problemas. Percebi também que é um trabalho que requer muito do psicólogo pois existem diversas demandas, mas vale a pena pois ajudar o outro é nosso principal papel", observou.