Atividade integra alunos de Psicologia no Sairé 2019

Uma atividade integrada levou alunos do 4º, 5º, 8º e 10º semestres do curso de Psicologia à abertura do Sairé 2019, em Alter do Chão, para observar a importância da cultura para a subjetividade das pessoas que participam do evento, conforme os temas estudados em diferentes disciplinas.

A atividade fez parte das disciplinas Desenvolvimento Humano II, Dinâmica de Grupo, Teoria Sistêmica, Psicopatologia e Psicologia Ambiental, ministradas pelos professores Izabelle Lopes, Felipe Soaes e Maria das Dores. As turmas puderam relacionar os conhecimentos adquiridos nas diferentes disciplinas.

A professora Maria das Dores explicou que dividiu os alunos de suas disciplinas em dois grupos, um para verificar como ocorre o funcionamento de um grupo para organização do evento, e outro para analisar como as famílias se envolvem nas atividades.

Eles observaram como o Sairé se constituiu, sua evolução, o que as mudanças significam para os comunitários, que participam diretamente, qual o significado das questões culturais e religiosas para turistas e o que os levam a participar do evento, principalmente com o olhar grupal.

"O aluno verifica a condução de todo o processo, desde o momento inicial, com uma bênção que inicia no barracão, o momento de sair em procissão em busca dos mastros, trazer os mastros, que tem toda a questão da coesão, cooperação, como eles fazem a organização para que tudo ocorra", explicou a professora.

Maria das Dores destacou ainda como é significativo observar os alunos aplicando na prática os conteúdos das disciplinas. "É muito significativo observar isto na prática e ver o aluno conduzindo esse processo, fazendo a interação com a comunidade, com os grupos que estão presentes prestigiando, pessoas de fora".

Sairé

A festa do Sairé é o maior festival folclórico do Oeste do Pará. A manifestação mistura elementos religiosos e profanos, com o hasteamento de dois mastros enfeitados com frutas regionais, no qual homens e mulheres o disputam separadamente, além de ritual religioso e danças folclóricas desempenhadas pelos moradores do balneário.

Durante a festa também é realizada a disputa entre os botos Tucuxi e Cor de Rosa que vem ganhando destaque ao longo dos anos.