Abertas inscrições de trabalhos a serem apresentados na XVII Jornada Científica do Iespes

Iniciaram na segunda-feira, 9, as inscrições para a XVII Jornada de Iniciação e Pesquisa Científica e Tecnológica do Iespes, que ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de maio. Profissionais e alunos de diversas instituições podem inscrever trabalhos científicos via plataforma online até o dia 17 de abril. O edital pode ser conferido (aqui).

Os trabalhos podem ser submetidos em diferentes áreas, entre elas: Ciências Biomédicas, Ciências Exatas e Tecnologia, Ciências Humanas e Sociais. Os autores concorrem a premiações. A XVII Jornada Científica vem com a novidade do resgate de uma categoria para submissão de trabalhos.

"A grande novidade este ano é que esta edição da Jornada vai resgatar a premiação de trabalhos de ensino médio. Teremos as premiações: Jovem Pesquisador Graduação, Jovem Pesquisador Pós-Graduação e Jovem Pesquisador Ensino Médio. Então as escolas que desenvolvem projetos poderão enviá-los para concorrer à premiação e garantir a participação dos seus alunos e o engajamento com o ensino superior", explicou o coordenador da Pós-graduação, Pesquisa e Extensão do Iespes, professor Albino Portela.

Além destes, há a categoria Pôster. Os trabalhos aprovados serão apresentados no evento e incluídos ao Livro de Resumos da Jornada. Os três primeiros colocados de cada área do conhecimento contemplados no edital, recebem certificado de honra ao mérito.

A Jornada é uma forma de incentivar a iniciação científica em Santarém e região, discutir a pesquisa como fonte do conhecimento em sala de aula e na vida profissional e disponibilizar para a comunidade acadêmica e a sociedade em geral resultados de pesquisas realizadas pelas diferentes Instituições de Ensino Superior (Ies). "É uma jornada que tem seu reconhecimento em toda esta região. Recebemos inscrições de todas as instituições da região", ressaltou Albino Portela.

Este ano, o evento aborda o tema "A produção do conhecimento na Amazônia: desafios e perspectivas". A jornada conta com uma vasta programação incluindo minicursos, oficinas, palestras, mesa redonda, conferências, apresentações culturais e apresentação de trabalhos científicos.

"A palestra inicial será proferida pelo professor Celso Lima, da Ufopa, que tem experiência internacional nesta área de conhecimento, orienta mestrado, doutorado, e tem propriedade para falar sobre a produção de conhecimento na Amazônia", informou Albino.

No segundo dia, haverá conferências sobre: Empreendedorismo, Ensino na Amazônia, Saúde na Amazônia e Pesquisa na Amazônia. O último dia de vento contará com mesa redonda sobre os 50 anos da Fundação Esperança, mantenedora do Iespes, na Amazônia.

A programação completa do evento será divulgada em breve.