Professor do Iespes divulga pesquisas sobre o avanço da Covid-19 e faz alerta à população


O professor do curso de Redes de Computadores do Iespes, Clayton Santos, está realizando análise de dados sobre o avanço da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a partir de ferramentas de inteligência artificial e ciência de dados, com base em pesquisas já realizadas no mundo todo.

As pesquisas estão sendo divulgadas no portal: covidsantarem.com.br, semanalmente. Os estudos começaram a ser feitos no dia 1º de abril, e os resultados vêm sendo atualizados a cada sete dias. As pesquisas mostram a projeção dos dados e da estimativa de casos de coronavírus e óbitos no Brasil, no Pará e, por último, em Santarém.

Inicialmente, foi feita comparação de dados do dia 01 a 14 de abril. De acordo com as análises, a previsão apontada foi a de que o Brasil chegasse a 200 mil casos de Covid-19 até a metade deste mês de maio.

Foi feita análise de dados sobre os casos, óbitos, proporções, distribuição geográfica, etc. "O objetivo destas análises é alertar a população quanto aos cuidados a serem tomados, devido o avanço da doença, uma vez que a região Norte detém recursos escassos na saúde, podendo o sistema colapsar", explicou Clayton.

No final da análise, pode-se observar que a região Norte, que duas semanas antes continha as menores parcelas de casos e mortes por Covid-19 no Brasil, agora ultrapassou dados de regiões como Centro-Oeste e Sul.

Confira a primeira publicação e todos os gráficos (aqui).

Na segunda pesquisa, foi feita análise com base na divulgação do dia 24 de abril. Até esta data, foram registradas 86 mortes provocadas pela Covid-19 no Pará e 1.579 casos. No Brasil, foram registradas 3.681 mortes e 53.128 casos confirmados da doença.

Nesta segunda publicação, gráficos mostram levantamento geral de casos e óbitos por Estado, o crescimento da doença na região Norte e taxa de letalidade, dada pela razão entre a quantidade de óbitos e o número total de infectados.

"Quando se trata de análise de dados no Pará, em observação recente, verificou-se que uma previsão a ser alcançada em 7 dias foi superada em 3 dias. Isso fortalece os diversos estudos demonstrando que no Pará, os números estão dobrando a cada 3 dias", informou Clayton.

Confira a segunda publicação (aqui).

O último artigo é sobre o coronavírus em Santarém, com base em análise de dados divulgada no dia 29 de abril. Até esta data, foram registradas 7 mortes provocadas pela Covid-19 e 83 casos confirmados.

Clayton explica que a taxa incremental de dados da cidade é alarmante. "Ao comparar a taxa incremental de óbitos no Pará, observa-se que do dia 25 para o dia 26 de abril, o incremento de casos foi bastante elevado, aproximadamente 15%, muito elevado se comparar com a taxa incremental no Brasil".

Tabela 1: Análise Incremental dos últimos 5 dias (Santarém).

Tabela 2: Análise Incremental dos últimos 5 dias (Pará).

Gráficos mostram a taxa de letalidade do novo coronavírus em Santarém e no Pará (Confira aqui). O professor concluiu que, diante do cenário apresentado e da evolução de casos, o município de Santarém pode alcançar aproximadamente 500 casos daqui há 7 dias.

Confira a terceira publicação (aqui).