Alunos do Iespes visitam serra do Saubal


Os acadêmicos do 4º semestre do curso de Gestão Ambiental do Iespes, acompanhados pelo professor Darlison Nobre, fizeram uma visita técnica, ontem, 11, na serra do Saubal, área de proteção e conservação ambiental. A turma conheceu as nascentes que contribuem para o fornecimento de água para o córrego principal do igarapé.

Observando a bacia hidrográfica, verificou-se que a intervenção do homem, ao longo dos anos, contribui para o desmatamento nos altos de morros e vales. As principais consequências da retirada da vegetação são a erosão do solo e o transporte de sedimentos para as áreas baixas (calhas do curso do igarapé).

O professor explica a importância dos alunos observarem, de perto, os possíveis impactos das ações produzidas no ecossistema: “A intervenção serviu para que os alunos compreendam que esse ecossistema precisa ser bem gerenciado com mais responsabilidade para o contínuo armazenamento subterrâneo de água”.

Ele diz que a bacia precisa ser preservada, pois é uma importante ferramenta de distribuição de água. “A bacia hidrográfica é um ecossistema sensível de grande importância ambiental, como sistema de captação e armazenagem de água superficial e subterrânea”, afirma ele.

A extensão é protegida por lei e faz parta da bacia hidrográfica do Urumari, localizada em uma área fisiográfica urbana do Município de Santarém. Após a verificação dos impactos causados pela moradores do local, a turma irá realizar um diagnóstico ambiental, uma parte inicial de um trabalho de pesquisa de campo, com a visão das condições relacionadas.